Ocorreu um erro neste gadget

domingo, maio 27, 2007

MEMÓRIA DO CÉSIO 137

Excelente entrevista no JORNAL OPÇÃO sobre o acidente radioativo de Goiânia.
O repórter Weber Borges, em 1987 ousou desafiar o presidente Sarney a visitar Goiânia, acompanhado de Dona Marly, por ocasião do acidente com o césio 137 e foi demitido sumariamente. Depois de 20 anos, Weber Borges ainda questiona o fato evidente que a cidade não mudou, pouco se fala sobre o assunto e de quebra, toda a sujeira foi varrida para debaixo do tapete. Ou melhor, para debaixo do Centro de Convenções de Goiânia.
A entrevista vale a pena ser lida e apreciada como um excelente vinho e analisada com cuidado. Até quando continuaremos a viver uma Goiânia de faz de conta? O que aprendemos com os acontecimentos?


"O jornalista que foi vítima do césio

Repórter atento, convocou o então presidente José Sarney, durante o programa de Hebe Camargo, e foi demitido pela rede de televisão dirigida por Silvio Santos. Dono de um acervo gigante sobre o acidente radioativo de Goiânia, o jornalista diz que a universidade precisa discutir mais o legado científico do acidente provocado pelo césio.

Aos 62 anos, Weber Borges é um jornalista experimentado e paciente. Em 1987, com 42 anos, era mais afoito, mas já era experiente. Diretor do programa Goiânia Urgente, da TV Goiá, então retransmissora da programação do SBT de Silvio Santos, descobriu, meio por acaso, que o acidente radioativo de Goiânia, conhecido também como “acidente do césio”, estava sendo “escondido” da opinião pública. Na verdade, percebeu o repórter atento, que tem o hábito de filmar quase tudo, que o governador Henrique Santillo, o secretário da Saúde, Antônio Faleiros, ambos médicos, e técnicos do governo ainda não sabiam exatamente o que havia acontecido, em setembro de 1987. Só com a presença de técnicos da Comissão Nacional de Energia Nucler na capital, como José Júlio Rozenthal, que hoje mora em Israel (trabalha na área nuclear do governo judeu), é que começou-se a dimensionar com mais precisão o acidente. No início, nem mesmo os técnicos entenderam direito o que estava acontecendo — daí Weber Borges dizer que houve também outro grave acidente: o da desinformação. Muitos técnicos andaram pelos locais afetados pela radioatividade sem nenhuma proteção, percebeu o olhar agudo de Weber Borges. Autor de um livro seminal para se entender o acidente, Eu Também Sou Vítima — A Verdadeira História Sobre o Acidente com o Césio 37 em Goiânia (editado de modo mais criterioso, extirpando os erros provocados talvez pela pressa, teria sido best seller), Weber Borges é, por assim dizer, também uma vítima do césio. Não que tenha sido contaminado pela radioatividade. Foi, digamos, sacrificado pela TV Goiá. Motivo: presente no programa de Hebe Camargo, convidado a aproveitar os 30 segundos finais, Weber Borges soltou o verbo e disse que o presidente José Sarney (aquele do bigode e do jaquetão), no lugar de visitar a Colômbia, que não sairia do lugar, deveria visitar Goiânia, para verificar, pessoalmente, a extensão do acidente. Língua solta, o jornalista acrescentou que deveria trazer a mulher, Marly, para provar que, apesar do acidente, a capital goiana não oferecia riscos. Resultado: Sarney veio, sim, mas Weber Borges perdeu o emprego. Comentou-se na época que Silvio Santos, informado pelo Palácio do Planalto, teria ficado chateado com a impertinência do jornalista. Era preciso punir o senso de oportunidade do repórter. Portanto, indiretamente, Weber Borges é uma vítima do césio. Dono de excelente acervo de documentos do césio, Weber Borges conta que ele tem sido pouco consultado. Embora não tenha noção precisa do que se produz academicamente, diz que a universidade precisa discutir, com mais freqüência, o legado científico do acidente radioativo. Na próxima edição, o Jornal Opção publica a segunda parte da entrevista. " CONTINUA

Fonte: JORNAL OPÇÃO http://www.jornalopcao.com.br/index.asp?secao=Entrevistas&idjornal=239

Um comentário:

jorgemoraes56@yahoo.com.br disse...

Caro Amigo Weber,em 2007 estive ai em goiania fiquei ao todo cinco meses tive o prazer de conhece-lo e ainda fui presenteado com um livro seu no auditório da univercidade católico, lembra?
retornei para manaus am só em novembro inclusive até para voltar foi dificil tive de ir até belem fiquei uma semana lá até a FAB me dar uma carona de volta..
fiz a pericia ai em goiania foi constatado total veracidade no meu involvimento com o cesio com as vitimas e com os lixos radiativos pos éra eu na época motorista da CNEN, me foi negado a pensão ou melhor o pé na cova que é dado aos involviidos nesta trágedia, não abandonei a luta continuo a lutar afinal nõa era eu obrigado a passar por tudo que passei para revidicar o minimo que me era de direito,RESPEITO e o salário justo, diz na pericia que os motivos das doenças que adquiri não poderia ser elnvolda ao acidente,,,pois bem eles queria que estivece em goiania, não foi preciso afinal as vitimas todas foran para o rio e a que mais sofreu foi a linda menina leide das neves, nas mãos de curiosos qual virou cobaia humana,
não vou mais reevindicar nada pois diz a justiça no recurso que perdi meus direitos a revisão do beneficio devido ter passado tanto tempo,
ainda não foi concluido os laudos definitivo para todos e como naõ é confiavel os laudos da cnen, eles não acietam ser réu confeço, com isto deicha o tempo dar conta e o abandono faz esquecer, tive uma vitória vencias barreiras das dificuldades superei, hoje meus filhos tem o rapaz 21 a filha 18, quer dizer já pode seguir seus caminhos graças a deus faltou mae mas sobrou pai e venci,, domingo dia 11/01/2009 estarei no navio do greenpeace que esta eaqui em manaus mandarei uma camiseta que fiz aqui consegui atraves da prefeitura de manaus gestaõ serafim correa e a implub e ouvidoria a nomeação de uma rua
Rusa leide das neves bairro aguas claras em flores manaus am.
este povo daqui é maravilhoso éla será amada como anjo e PERPETUADA para sempre nesta terra que me acolheu durante 15 anos e servirá de resposta aqueles idiotas que no dia do enterro atirou pedras impedindo de uma vitima inocente fosse sepultada não sei se este povo dorme ou aquele lider josé neldo hoje deputado terá coragem de dizer o que nós dizemos com orgulho possuidor da paz de DEUS..
custei a encontrar um meio de entrar em contato contigo e aqui vai toda esta e aviso irei o mais depressa possivel para cuba ou outro pais pois tou cansado de tratar com o DR CIBALENA.
abraços e fique com DEUS.