Ocorreu um erro neste gadget

quarta-feira, novembro 05, 2008

Em Goiânia: Cultura e Esporte ?

Essa saiu no jornal DIÁRIO DA MANHÃ, Política e Justiça | 05 de Novembro de 2008 | Edição nº 7670


Cultura e Esportes podem se unir
Da Redação


Horas depois de participar de um café-da-manhã com artistas plásticos que participam do projeto A Ponte para a Arte, idealizado por PX Silveira, o prefeito Iris Rezende (PMDB) disse aos secretários da reforma que precisa avaliar melhor a proposta de fusão da Secretaria de Cultura à Secretaria de Esporte e Lazer, inspirada em modelos administrativos de outras capitais. A fusão é defendida por mais de um auxiliar que participa desta discussão.

Durante o café-da-manhã, Iris afirmou ainda que pretende utilizar painéis com obras de arte produzidas com artistas goianos para ilustrar as laterais dos próximos viadutos que construir. “É a melhor notícia que recebi em anos, décadas”, afirma o idealizador do projeto.

Fonte: http://www.dm.com.br/impresso/7670/politica_e_justica/54813,cultura_e_esportes_podem_se_unir

Um único comentário sobre o assunto, que publico aqui, visto que o DM dificilmente publicará:
Nome: Wilmar Ferraz(wilmarferraz@gmail.com)
Fone: 84137379
Mensagem: Não quero entrar no mérito da proposta da reforma administrativa, Iris ganhou a eleição e é,legitimamente, o prefeito de Goiânia e, como tal, deve definir o que deve ou não ser executado na sua gestão. É sabido por todos que as questões sociais, incluo aqui a cultura, não fazem parte do horizonte político/administrativo de Iris e que seu perfil de tocador de obras não o leva muito além de asfaltos e viadutos. Uma proposta de unificação de duas secretarias de perfís tão díspares, como a cultura e o esporte e lazer, seria um retrocesso tão grande que só teria parâmetro com a própria volta de Iris à prefeitura em 2004. A Cultura no Brasil tem tomado contornos sociais e o Ministério da Cultura vem discutindo em todos os Estados brasileiros o Plano Nacional de Cultura, em Goiânia aconteceu nos dias 8,9 e 10 de outubro, e seu resultado foi encaminhado ao Congresso Nacional onde tem como relator o deputado Frankie Aguiar e que dá à Cultura um plano estratégico de long! o prazo sendo ela tratada como uma política de Estado e não de governo. Pela primeira vez nesse país vemos um projeto que busca unir as esferas federal, estaduais e municipais com regras claras possibilitando a participação da sociedade e trazendo novos recursos para a Cultura.
É claro que isso de recurso é bom, Iris precisa dele para asfaltar seu caminho para o governo estadual, mas a necessidade de participação da sociedade, princípios da legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade entre outras coisas esquecidas pelos gestores da Secult de janeiro de 2005 até a presente data, se torna um recurso caro que não vale a pena utilizar.
A nós resta a luta. è o que estamos fazendo e é o que vamos a fazer.
Queremos políticas públicas de Cultura para nós e queremos que as pessoas que lutam por esporte e lazer tenham também suas políticas públicas para o setor e que possamos, um dia, dizer que Goiânia é de fato uma cidade que respeita cada um e cada uma que! aqui nasceu ou a escolheu para viver.

Nenhum comentário: