Ocorreu um erro neste gadget

domingo, agosto 27, 2006

CRISE NA CULTURA

O semanário JORNAL OPÇÃO publicou em sua edição do dia 27/08 uma excelente reportagem de autoria da jornalista Heloisa Amaral sobre a crise na área cultural goianiense. E demonstra que jogar a poeira em baixo do tapete não é a melhor opção. Os tempos são outros, e a falsa democracia não acha espaço para sobreviver.

E recusar-se a compactuar com desmandos não é fugir do diálogo, foge do diálogo quem não admite que errou e permanece no erro.

O menino que aponta o dedo e diz que "O rei está nu!", não está mais sozinho, enquanto os amigos do "poder " gritam " Esse menino é doido, a roupa do rei é bela!".

Mas, a verdade é que o rei está nu, o menino está correto e muitos outros acreditam denunciando também a nudez palaciana.

Que vistam o rei!

Produtores culturais criticam gestão de Kleber Adorno

por HELOIZA AMARAL , JORNAL OPÇÃO

"Fundo de Apoio à Cultura (FAC), Festcine, Lei de Incentivo, Cine Ouro, Conselho Municipal de Cultura e o abandono do Grande Hotel são alguns dos pontos questionados por parte das entidades culturais de Goiânia. Produtores culturais afirmam que há uma “panelinha” beneficiada pela Secretaria Municipal de Cultura (Secult). Quem não faz parte dela, estaria, segundo eles, enfrentando dificuldades para conseguir manter seus projetos. Deolinda Taveira, restauradora de bens culturais, está entre os críticos mais ferrenhos. Para não depender de espaço na mídia, resolveu fazer suas denúncias num blog na Internet. Lá, ela discorre sobre todo e qualquer tema ligado à cultura no município e, em especial, ao que considera equívocos da administração do secretário Kleber Adorno. "

Para ler a matéria basta clicar no título do post e será automaticamente encaminhado para o semanário JORNAL OPÇÃO.

Nenhum comentário: